“Artisan corner” Gucci em NYC

Seguindo a nova tendência na qual marcas de luxo estão abrindo pop-up corners em lojas de departamentos para personalizar na hora peças exclusivas, a Gucci lançou ontem na Blooningdale’s de Nova York o seu espaço.

Lá os clientes junto com os artesãos da marca vão poder personalizar bolsas e lenços. Se você estiver na cidade não perca essa oportunidade, pois só vai até o dia 9 de junho!

Estive em abril em São Francisco e a Fendi estava fazendo o mesmo em parceria com a Saks, eu que não sou boba, aproveitei a oportunidade a garanti a minha bolsa personalizada.

Ponto para as marcas de luxo, que estão cada vez mais interagindo e melhorando a experiência dos clientes com a marca.

gucci

Dou-lhe uma, dou-lhe duas, dou-lhe três… vendido!

Quanto vale uma Birkin? Duas casas de leilões começaram uma recente discussao sobre quem vendeu a mais cara bolsa Birkin de croco.

Em 21 de maio desse ano a casa de leilões parisience Artcurial anunciou que vendeu uma Birkin vermelha, laranja e rosa de croco pela pequena e singela quantia de U$82,600 (cerca de R$175.400)

birkin croco laranja

Porém… ao ouvir isso os leiloeiros Americanos da Heritage Auctions rebateram dizendo que em dezembro de 2011 venderam uma Birkin pela capotante quantia de U$203,159 (cerca de R$431.388!!!!!!) Pode isso, gente??!! A Artcurial logo entrou em cena alegando que a bolsa leiloada nos Estados Unidos tinha o fecho todo em diamantes e por esse fato nao poderia ser comparada.

birkin croco

Sem querer perder o “título”  a Heritage Auctions nao deixou barato e logo anunciou ja ter vendido uma Birkin cinza em abril desse ano por U$86,500 (R$183.682) e diversas outras por U$113,525 (R$241.070) , U$104,500 (R$221.905) e U$95,600 (R$203.006)

Porém de acordo com a mídia foi vendida em 2007 a Birkin mais cara – que pertenceu a ninguém menos que Jane Birkin – por U$96,723  (R$205.391)

E que a batalha continue…

As Poderosas do Mercado de Luxo

Você já se perguntou alguma vez ou teve a curiosidade de saber qual marca vende mais – ou melhor – que tem o ticket médio mais alto?? Eu já!!

Passeando pela internet me deparei com uma pesquisa realizada pelo site Bundle no qual divulga a média de quanto uma pessoa gasta nos estabelecimentos de luxo dos Estados Unidos!

O resultado me surpreendeu! Achei que grandes lojas de departamento como Bergdorf Goodman ou Barneys fossem sair na frente.

Eis o resultado: em primeirão com um gasto médio de U$ 3,217 está o Oscar De La Renta

Foto: Bundle.com

Do “Ciao” para o “Olá”

Olá,

Primeiro de tudo devemos desculpas aos nossos leitores pelo sumiço. Pois é, foram 8 longos meses sem dar as caras por aqui.

Acabamos nosso mestrado em Florença, eu voltei pro Rio de Janeiro, comecei a trabalhar, a Lari conseguiu um emprego em Milão e depois de 6 meses arrasando por lá resolveu voltar para o Brasil, mais precisamente para São Lugero, no Sul.

Já fazem alguns meses que ela voltou mas por falta de tempo ainda não nos encontramos. HOJE, em alguns minutos, a Lari aterriza em solos cariocas!!

Eu, muito feliz com essa notícia e super ansiosa para encontrá-la e relembrar os tempos de Itália, resolvi dar uma passadinha aqui pra começar a sessão nostalgia.

8 meses sem postar no nosso amado “Put Me”.. Pensamos diversas vezes em deletá-lo, em doá-lo, em qualquer coisa menos voltar a escrever… Poucos dias atrás recebi um e-mail  do nosso servidor dizendo que o nosso domínio estava prestes a expirar e eu rapidamente pensei: não posso deixar o “Put Me” acabar assim, hoje pode estar complicado de achar tempo para escrever, mas amanhã pode ser que esse tempo apareça.” Fui correndo na minha carteira pegar o cartão de crédito e renovar por mais um ano o Put Me in 1st Class. Mandei um e-mail para a Lari avisando, tenho certeza que ficou feliz e também se sentiu aliviada por não perder o nosso tão amado blog, afinal todos os posts foram feitos com muito carinho e dedicação.

Infelizmente não posso dizer que estamos de volta e que isso vai mudar, mas prometo para vocês, leitoras que ficaram tristes com o “término” do blog, que vou conversar com a Lari sobre um possível retorno.

Bom, agora estou contando os segundos para sair do trabalho e encontrar essa amiga querida que amo e aproveitar muito o final de semana  ao lado dela e da Carol (para quem não lembra o quarteto de Florença era Eu, Lari, Gabi e Carol).

Have a nice weekend, pessoal!!! Prometo voltar com uma resposta, ok??

From “baci” to “beijos”,

Ana

Saudades...

Firenze 2010

We ♥ Ballerina – Celine Leopard Pink

Depois de muito tempo sem sapatilhas fofas por aqui, finalmente elas estão de volta! Com a chegada das coleções de primavera e verão nas prateleiras do hemisfério norte, nossos olhinhos voltaram a brilhar…

Pois bem, eu que ando mais apaixonada por onçinha do que nunca, já furei até a sola de uma sapatilha de tanto que usei, me apaixonei por essa da coleção Spring/11 da Celine. (Aliás tudo dessa coleção nova está lindo demais, das bolsas desejo aos sapatos e roupas bem coloridas e minimalistas.)

Amei a estampa de onça bem grandona, sobre o fundo rosa clarinho. Fugindo do óbvio sem deixar de ser elegante, bem Celine.

-

Translation ASAP.

 

A nova suite da Singapore Airlines – Singapore Airlines New Suite

Oi pessoal! Depois de uma longa férias do blog estamos voltando aos poucos… E pra retomar nada melhor do que um dos assuntos que mais amo: avião!

Jetleg é coisa do passado! A Singapore Airlines (a cia aérea mais premiada do mundo) anunciou que em março deste ano começa a oferecer em seus voos Singapura-Los Angeles super suites!

A experiência de voar está cada vez mais incrível. Essa super suite de casal está disponível apenas nos A380 e é composta por uma TV de plasma de 23” de ultima geração, room service, uma poltrona super confortável e uma cama melhor ainda.

Quanto custa tudo isso? U$13.600 ida e volta.

Essa é a super suite especial que vai ser lançada em março:

This is the super special suite to be launched in March:

E este é  o “básico”, oferecido aos clientes que não querem (ou não podem) viajar na super suite:

And this is the “basic” offered to customers unwilling (or unable) to travel at super suite:

Nada mal, hein? Vamos torcer pro Brasil um dia ter uma cia aérea assim também, até essa econômica já me deixaria mais feliz :)

Hi everybody! After a long vacation from blogging … we’re coming back slowly and to resume nothing better than write about a topic I love: Airplanes!
Jetleg is a thing of the past! Singapore Airlines (the most awarded Airline in the world) announced that in March they will begin offering on the flights from Singapore-Los Angeles super suites!
The experience of flying is getting more and more amazing. This super suite for couples is available only in the A380 and is composed of a plasma TV 23” last generation, room service, a super comfortable chair and a comfy bed.
How much for this? U$ 13,600 round trip.

Coluna da Carol – Ladurée Sucré – Parte II

Meninas,
Vou contar para vocês que depois dessa grande aventura de tentar fazer macarons, eu prometi para mim mesma que vou aproveitar e dar valor em cada macaron que eu comer daqui para frente.
Quando decidi embarcar nesse desafio, não tinha idéia dos detalhes envolvidos para fazer esses quitutes deliciosos. Bom, agora vamos lá, hora dos detalhes.
Decidi que ia fazer macarons de chocolate, já que com chocolate, não tem erro, todos da minha família comem de monte e gostam. Comecei a receita preparando o ganache de chocolate, que depois de pronto, tem que ficar por 1 hora na geladeira, antes de ser colocado como recheio do macaron.
Depois, para o preparo das conchinhas de macarons, contei com a ajuda da minha mãe querida, Angela. O mais dificil e diferente da receita foi o simples fato de que tem que adicionar 6 claras em neve, e no fim ½ clara batidinha de leve… MEIA! Eu pensei comigo mesma, como assim? Como vou separar um ovo inteiro em dois…?
Os macarons ficaram apenas 15 minutinhos no forno, e antes de juntar as conchinhas, tiveram que resfriar bem, para depois adicionar o ganache. Quando tudo já estava pronto, e todos aqui com água na boca e prontos para comer…o livro avisa que para que o sabor realmente pegue no macaron e dê para sentir aquele gostinho de amêndoa, essas delicinhas francesas tem que ficar no mínimo 12 horas, em uma tupperware bem fechada, na geladeira. Conclusão, tivemos que esperar uma noite inteira para comer os quitutes.
Mas vou contar para vocês, a espera valeu, e muito, a pena. QUE delicia que ficaram. Acertei na receita, e estou super orgulhosa, já que, como havia mencionado, muitos não conseguem de primeira acertar na receita. Alguns saíram rachadinhos, mas o próprio autor do livro pede para que não desanimarmos se eles saíram rachados, porque o gosto é o mesmo.
O mais difícil é conseguir que a base do macaron cresça e pareça como uma cama de bolhinhas de chocolate, o que deu certo, e dá para vocês verem nas fotos. Mas o ideal seria essa cama de bolhinhas ter saído um pouquinho mais alta, mas aí acho que a influência do clima e usar ingredientes brasileiros (estou de ferias no Brasil), alterou um pouquinho o resultado. Por exemplo, pelo açúcar aqui ser de cana e na Europa de batata ou beterraba; ou a manteiga, que no Brasil não tem a mesma concentração de gordura do que a manteiga francesa.
Agora estou com 50 macarons deliciosos na geladeira, e a dieta foi por água a baixo…Está difícil de comer só um…

Girls,
I have to tell you that after this great adventure in trying to bake macarons, I promised myself that, from now on, I will cherish the moment and every single macaron I eat.
When I decided to take this challenge, I had no clue of the details involved in making these delicious sweets. Now, the fun part, let’s talk about the details.
I decided to make chocolate macarons, since you can’t go wrong with chocolate. I started the recipe by preparing the chocolate ganache, which after being ready, had to stay in the fridge for 1 hour, before adding them as a filling of the macaron.
Afterwards, for the baking of the macaron shells, I had the help of my mom, Angela. The hardest part was that the recipe takes on 6 egg whites, and at the end, you have to add ½…yes HALF an egg white beaten until frothy. So I thought to myself, how am I going to separate HALF an egg white? Anyways…
The macarons stayed for only 15 minutes in the oven, and after to put the shells together they had to cool down completely, before adding the ganache. When everything was ready, and everyone here was craving for macarons…the book tells you that for the flavor to really grasp on them, and we can feel the almond flavor, it had to stay for a minimum of 12 hours in a tightly sealed tupperware, in the fridge. In conclusion, we had to wait the whole night to eat them.
But, I’ll tell you that the wait was worth it. It turned out DELICIOUS. I got the recipe right, and I’m proud of myself, since, as mentioned before, several cooks didn’t get it right the 1st time. Some of them came out a bit cracked, but the author himself tells us not to lose hope, since these cracks don’t alter the taste. The hardest part is actually to get that the macaron base grows with a bed of mini bubbles under them, which I managed to, as you can see from the pictures. Ideally, this bed of bubbles had to be a bit taller/thicker, so I think that the climate and the Brazilian ingredients that I used (I’m on vacation in Brazil at the moment), altered the end-result a bit. For instance, here the sugar is made of sugar cane, and in Europe it’s made mostly out of potato or red beet; or the butter, which in France has a higher concentration of fat, than the Brazilian butter.
Now I have 50 delicious macarons sitting on my fridge, and that has ruined my diet…It’s hard to just eat one…